06 junho 2013

13

Pra ler no busão: O silêncio dos inocentes

Título: O silêncio dos inocentes
Título Original: The silence of the lambs
Autor: Thomas Harris
Páginas: 390
Ano: 1989
Edição lida: 1ª edição (2009)
Editora: Bestbolso
Sinopse: "Cinco mulheres são brutalmente assassinadas em diferentes localidades dos Estados Unidos. Para chegar até o sanguinário assassino, uma jovem treinada pelo FBI entrevista o Dr. Hannibal Lecter, um brilhante psiquiatra, cuja mente está perigosamente voltada para o crime. Ao seguir as pistas apontadas por Lecter, a jovem se vê envolvida numa teia mortífera e surpreendente."


Não há melhor construção de personagem em um thriller policial que a de Thomas Harris. Hannibal é simplesmente sutil e gracioso; tem a capacidade de te deixar boquiaberto com a elegância de um psicopata (erroneamente posto como louco) e psiquiatra que dá o giro da narrativa de O silêncio dos inocentes. E é com essa visão imparcial que começo minhas observações sobre esse livro que terminei de ler há pouco.

Clarice Starling, uma personagem que me afeiçoei de cara pelo modo de agir e de pensar sagaz, é uma jovem agente do FBI que é escolhida para entrevistar um criminoso psicótico, inteligente e violento, com a intenção de capturar um assassino em série que está solto, matando mulheres. Como elemento de ligação entre os crimes, apenas uma inusitada pista: casulos de uma mariposa tropical eram encontrados no interior dos corpos das vítimas. Para fazer o perfil psicológico do sequestrador, Clarice serve-se de um psicopata, Hannibal Lecter, condenado à prisão perpétua por nove assassinatos e detido há mais de oito anos.

O jogo criado por Harris consegue elevar a narrativa de O silêncio dos inocentes a um nível que dificilmente escritores de romances policiais conseguem alcançar. Pessoas que assistiram o filme vão lembrar de Anthony Hopkins vestido de branco e com focinheira e de Jodie Foster com a calça na altura do umbigo, mas quem leu o livro saberá quem foram Clarice e Lecter. As vantagens de se ler o livro são imensas, inclusive o fato de sabermos como Hannibal pensa (ou o que pensa, pelo menos) é algo que eu destaquei durante toda leitura quando comentava com Déborah. Os caminhos tortuosos que Clarice leva para no final, sem querer, chegar à casa do assassino são maravilhosamente bem construídos e consistentes em si.

O vilão, Jaime Gumb, é de uma personalidade marcante. Ele, para mim, não é considerado transexual, como muita gente diz, mas uma pessoa atormentada pela condição de homem (condição uso porque ele se sente incompleto) e a ideia de fazer roupas com as peles alheia é algo bastante digno de um vilão, apesar de eu não o odiar, mas ter pena dele. A cena em que Clarice vê a mariposa voando no interior da residência é bem narrada, tensa e te deixa com uma sensação claustrofóbica difícil de descrever.

Não tenho como descrever mais a obra. É um clássico e, como tal, é de indispensável leitura para qualquer um que queira saber do mito Hannibal Lecter (e como ele escapa da prisão!) de um modo mais detalhado. Eu recomendo este livro para se colocar na cabeceira da cama! E aí? Vale um comentário?

13 comentários:

  1. Hannibal é Hannibal, nunca li o Silêncio dos Inocentes, mas ele for tão bom quanto o filme, com certeza será perfeito.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Olá Felipe, tudo bem?

    Menino, eu sempre ouço falar bem de O Silêncio dos Inocentes. Acho que até comecei a assistir ao filme, mas não levei adiante. Acho que vou tentar novamente, rs.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oiii, eu morro de vontade de ler este livro.
    Porém, ainda não o encontrei para realizar a compra, só espero que seja melhor que o filme <3
    Beijão

    ResponderExcluir
  4. Olá, Lipe. Tenho esse livro em minha estante e se eu já tinha vontade de ler antes, imagine depois de sua resenha.
    Parece ser um livro bem intenso, logo, logo será minha leitura.

    ResponderExcluir
  5. Oi!

    Já ouvi falar do filme, não sabia que tinha um livro sobre ele. Não conhecia a história, mas sempre ouvi falar no nome Hannibal. Parece ser uma narrativa muito interessante, com certeza daria uma chance para essa leitura! Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  6. Oie
    olha, sou apaixonada por esse filme pois adoro esse temas fortes e sua resenha me deioxu ainda mais curiosa pelo livro do que já estava, imagino que seja uma leitura complexa então deixarei mais para frente

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Que medo desse livro! Conheço Hannibal, mas nunca tive coragem de ler nem de ver o filme, ainda por cima lendo sua ótima resenha, fiquei com um baita medo! Gostei da forma como você o descreveu, se eu não fosse tão medrosa, o leria sim!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Lipe, já faz tempo que quero ler essa obra. Tenho até ela na minha estante, mas só enrolo. Na verdade eu acho que tenho medo de me decepcionar, pois sou fã de Hannibal e estereotipei o personagem...sempre que penso nele me vem Anthony Hopkins à cabaça, e olha que sua atuação é maravilhosa e digna de Hannibal. Adorei a resenha!

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Eu não li a obra ainda, mas pretendo fazer em breve! Acho que para o clássico ele tem uma coisa atemporal né? Não perdemos a vontade de ler por isso.
    Mesmo não sendo meu estilo favorito, fico curiosa!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bom? Já ouvi falar muito dessa obra e confesso que tenho muita curiosidade em relação a essa leitura. Só uma pergunta: o vilão é revelado já no início do livro ou foi um pequeno spoiler? rs Enfim! Fiquei muito curiosa ^^

    Beijos!
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  11. Olá Lipe...
    Essa resenha sem sombra de dúvidas atrai qualquer fã de mistério. Mas sabe aquele pavor causado pelos filmes?
    A sua resenha me instigou, mas esse pavor me impede de ler. :/
    É impressão minha ou vou soltou assim meio de leve um spoiler? hahaha

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Tenho muito vontade de ler esse livro e sua resenha me deixou mais curiosa ainda. O problema é que quase morri de medo com o filme, imagina com o livro!
    Bjs!
    Quem Lê, Sabe Porquê

    ResponderExcluir
  13. Oi Lipe,

    Eu assisti ao filme umas duas vezes e gostei muito dele, até no filme e que teve no papel principal o fabuloso Anthony Hopkins e se o filme me envolveu penso que o livro também o fará.

    Bjo
    Tânia Bueno
    www.facesdaleitura.com.br

    ResponderExcluir

 
© Copyright 2015. Template by LuMartinho.