15 agosto 2013

11

Não tenho cabo, mas tenho net: Hell on Wheels

Gênero: Faroeste, Drama
Criador: Joe Gayton e Tony Gayton
País de Origem: Estados Unidos
Emissora de Televisão Original: AMC
Estreia: 6 de Novembro de 2011
Temporadas: 3
Sinopse: "Hell on Wheels tem no elenco Anson Mount, interpretando o ex-soldado confederado Cullen Bohannon, que está lutando para escapar de seus demônios da Guerra Civil recém terminada. Colm Meaney interpreta Thomas "Doc" Durant, um empreiteiro ganancioso tentando tirar vantagem das mudanças que ocorrem e o cantor/músico Common é Elam Ferguson, um escravo emancipado que tenta conseguir a verdadeira liberdade num mundo cheio de preconceito."

Uma série que muito me agrada, Hell on Wheels vai ser a primeira série do blog que terá reviews após seus episódios serem lançados nos EUA pela AMC. Hoje, começo com uma visão geral sobre a série para que todos entendam o porquê de estarmos acompanhando-a com tanto vigor. Centrada na cidade sem lei conhecida como Hell on Wheels, que acompanha a construção da primeira ferrovia transcontinental, a série analisa a ganância da estrada de ferro e da corrupção institucionalizada, a experiência imigrante e a situação do recém-emancipado Africano-americanos durante a reconstrução. A segunda temporada de Hell on Wheels começou em Outubro com uma média de 2.4 milhões de espectadores. A terceira temporada estreou dia 10 de Agosto deste ano num especial de 2 horas!



Avaliado pela Imdb com uma nota 8,1, a série não chega a ser o que esperamos quando começamos a assistir. Quando eu vi o poster "Raise Hell" pela primeira vez, nem pensei duas vezes antes de baixar a series premiere. A primeira temporada se passa em 1865 e começa com a viagem de Cullen Bohannon para a área onde está sendo construída a primeira estrada de ferro Transcontinental. Ele vai à procura de trabalho e vingança contra os soldados da União que mataram sua esposa e filho. Cullen é contratado pela ferrovia e supervisiona uma equipe de corte composta por negros, onde conhecemos Elam. Com suas investigações, Cullen aprende mais sobre a morte de sua esposa. Thomas "Doc" Durant começa sua "louca, mas nobre missão" para expandir a Union Pacific Railroad para o oeste a fim de concluir a ferrovia transcontinental. Lily Bell, outra personagem muito importante na primeira e segunda temporada, tem o seu marido morto por índios e deve lidar com a situação de viúva em solo estrangeiro. O reverendo Nathaniel Cole batiza Joseph Black Moon, um Cheyenne, e leva-lo sob a sua tutela na igreja. Daí o enredo se desenvolve com homens emancipados, índios, ganância e vingança.


A segunda temporada começa a mudar os rumos da série e o foco, aos poucos, muda da vingança pessoal de Bohannon para os assuntos da própria Hell on Wheels. Bohannon vira um ladrão de trens e é preso, Elam vira chefe da guarda da cidade, Durant tenta voltar com todas as forças e Lilly tenta concluir os planos do falecido marido. A tensão com os povos nativos do oeste só fica mais tensa. O suéco planeja destruir Hell on Wheels e muito acontece. O final surpreendente rendeu uma terceira temporada para Hell on Wheels, que terá dez tepisódios também nesta terceira temporada. Já assisti o primeiro episódio da temporada e até sábado estou postando o review! Esta série é um drama histórico que vale muito a pena dar uma olhada. Quem gosta da história da conquista do oeste americano e a relação pós-libertação dos escravos norte-americanos (e que admiram Abraham Lincoln) deveria assistir para tirar suas conclusões sobre o que essa liberdade significou? Foi real? Os povos nativos foram vilões? Até onde a ganância e o progresso devem andar de mãos dadas?
"Elam Ferguson: I'm a free man.
Cullen Bohannon: You ain't that free."


11 comentários:

  1. a segunda temporada foi fantastica, excelente vamos ver a terceira !

    ResponderExcluir
  2. Oie, tudo bom? Seria uma boa pedida para substituir temporariamente Game of Thrones? Se for eu tô dentro kkk
    Achei a premissa dessa série super interessante e como eu sou apaixonada pelo velho oeste com certeza vou gostar :)

    Abraços
    As Crônicas de um livro Viajante

    ResponderExcluir
  3. Eu não tenho muito interesse na série e, infelizmente, o gênero dela não me agrada muito. Gosto de coisas mais paranormais e contemporâneas, infelizmente não irei assisti-la. De qualquer forma, boa resenha.

    ResponderExcluir
  4. Oi Felipe, não tenho muito interesse nesta série, mas espero que os fãs continuem gostando dos episódios.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?

    Sou viciada em séries, acompanho várias. Mas não conhecia esta. A premissa é interessante. Me lembrou uma que amo, mas onde o foco é nas mulheres, elas são as protagonistas. Mas séries com dramas históricos tem uma carga emocional que me agrada muito. Gostei da dica. Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?

    Não sabia desse seriado, faz tempo que não vejo seriados, na verdade. É meio estilo faroeste, né? Acho que eu iria gostar, porque gosto de narrativas sobre costumes e historicidade. Mas não sei se a história me pegaria. Só vendo, mesmo. Achei o nome da cidade bem esquisita haha.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lipe!
    Estou gostando das séries que você indica, mas essa, apesar de ter despertado certa curiosidade, não foi tanta a ponto de eu dedicar algum tempo a ela, visto que já acompanho, ou tento, outras. Mesmo assim, vou tentar dar uma olhadinha.

    ResponderExcluir
  8. Lipe, adorei ler seu post, pois não conhecia a série e já irei indicar para meu marido que adora filmes com essa pegada western. Então acho que ele irá gostar dessa série.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?

    Não conhecia essa série, para falar a verdade, acompanho só duas séries hoje em dia (falta tempo), na verdade, agora, uma só, pq Penny acabou. rs
    Mas gostei da premissa dessa série, essa coisa de faroeste, eu curto. Quem sabe ainda consiga assistir um dia, anotando a dica!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. Olá

    Sou fanática por séries e adorei a dica desta, porque gosto muito do gênero de western! Vou procurar pra assistir!

    Super bjos
    http://i-likemovies.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
© Copyright 2015. Template by LuMartinho.