10 novembro 2013

13

Cinema, pipoca e imaginação: Hannibal: A origem do mal

Diretor: Peter Webber
Elenco: Gaspard Ulliel, Gong Li, Dominic West
Gênero: Drama, Guerra, Suspense, Policial
Duração: 121 minutos
Ano: 2007
País Reino Unido, República Checa, França, Itália
DistribuidoraIMAGEM FILMES
Sinopse: "Leste da Europa, pouco após o fim da 2ª Guerra Mundial. Hannibal Lecter assiste de perto a morte violenta de seus pais. Sem apoio, ele é obrigado a morar em um orfanato soviético, onde sua família morava anteriormente. Logo Lecter parte para Paris na tentativa de encontrar seu tio, mas é recebido pela sra. Murasaki Shikibu (Gong Li), uma viúva bela e misteriosa que lhe dá carinho e amor. Na cidade Lecter decide estudar Medicina, como forma de aumentar suas habilidades para poder fazer justiça contra os criminosos de guerra que o perseguem."

Odiado pela crítica mundial, A origem do mal mostra a infância e adolescência do personagem mais icônico do suspense literário canibal. Assistir o filme me fez perguntar por que as pessoas fazem isso. Hannibal é um personagem criado por Thomas Harris, que surgiu pela primeira vez no livro Dragão Vermelho (1981) e teve mais participações em O Silêncio dos Inocentes (1991) e Dragão Vermelho (2002), o filme, e em Hannibal (2001). Em Dezembro de 2006, Hannibal Rising é publicado. Nesta obra o autor narra a infância e a juventude do assassino, entre os seus 6 e 20 anos de idade.

A ideia até que chama atenção. Quem conhece os livros ou os filmes  gostaria de saber o porquê de tanta matança. Nos perguntamos se ele é assim mesmo ou está quebrado. No filme percebemos que é as duas coisas. Uma tendência a ser estranho mais o testemunho de assassinatos brutais e um espírito vingativo fazem qualquer psicopata se libertar. O problema é que o roteiro reduz o personagem a um menino traumatizado que come seus inimigos. Não se vê a sabedoria de Lecter, até porque provavelmente veio com a idade. Não se tornou um clássico ou é tão citado quanto O silêncio dos inocentes, mas dá pra assistir.

Muitos atores tentaram a vaga de Hannibal Lecter, mas Gaspard Ulliel tem realmente um jeito psicopata de ser. Infelizmente não consegui identificar o clima que os filmes do Hannibal sempre deixam marcado no espectador. O brilhantismo do personagem não é visto. Ele tem planos. Ele come gente. Ele não fala muito. Mas não há um clima de apreensão. Há muito controle e pouco suspense. Como um drama de guerra é excelente, mas como um suspense policial, deixa a desejar.

De uma maneira geral é assistível. Imaginar o Hannibal usando uma Katana é bastante curioso. Vai ou não vai?



13 comentários:

  1. Ah, eu tirei um dia para assistir todos os filmes dele, e foi D+!! Hannibal é um dos melhores assassinos que existe, gosto do estilo e principal daquela máscara rsrs. Gosto da história da origem, embora não tenha gostado muito do ator que eles escolheram. De qualquer forma, sou louco para ler os livros algum dia!!

    ;D

    Terra de Fagulhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Felipe adora tanto os filmes quanto os livros.
      Leia os livros! :)

      Excluir
  2. Oi.

    Não conhecia este filme, mas já quero ver, mas tipo assim já faz um bom tempo que não vejo filme algum. kkkkkkkkkk

    Parabéns pelo post

    Beijos Fê

    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se gostar de suspense e terror é uma boa pedida.

      Excluir
  3. Ai como eu gostava de assistir filme, mas depois que meu bebê nasceu não da pra nada rsrsrs
    e quando da é só galinha pintadinha
    bju
    Estou Crescendo

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei muito do filme O Silêncio dos Inocentes. O ator é maravilhoso e toda a trama em si, te prende do início ao fim.
    Já deste filme que menciona, eu nem mesmo tive a curiosidade de assistir e pelo que li aqui, não vale mesmo a pena perder meu tempo com ele.
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Esse filme é mais pra quem é fã e quer saber como tudo começou. Quem leu os livros pode se sentir um pouco chateado. Acho que assistir o filme e ler o livro é uma experiência interessantíssima. Vale a pena conhecer.

    ResponderExcluir
  6. Oiii Lipe, tudo bem?
    Acredito que este é um filmes preferidos, sempre quando posso estou revendo e me apaixonando cada dia mais! Eu sei que existem os livros, mas até então não tive oportunidade de ler nenhum deles.
    Beijão

    ResponderExcluir
  7. Nossa, só de ler a resenha já me da medo desse personagem hehehe. Não gosto de terror, mortes e etc, e esse filme me pareceu que tem bastante disso :P
    Nem ler os livros não tenho coragem kkkk :P

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Lipe.
    Eu tenho curiosidade de saber porque tanta matança, pois eu li há muito tempo o livro O silêncio dos Inocentes e os filmes eu assisti O silencio dos Inocente e Dragão Vermelho, mas tem muito tempo também. Sua postagem conseguiu deixar uma vontade de fazer uma maratona e assistir todos os filmes, pois não recordo praticamente nada da história.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Rapaz, como você é exigente! Hahaha.
    Eu adoro esse filme, mas confesso que não é pelo filme em si. É por sua amarração com o personagem Hannibal dos filmes seguintes (que foram lançados antes). A franquia como um todo me atrai. Descobrir a origem dos impulsos assassinos e, especialmente, canibais desse personagem me encantou. Acho que o ator foi ótimo em seu desempenho. Mas entendo seu ponto de vista. :)

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Assisti esse filme há muito tempo, mas nem lembro muito da trama mais. Eu quero mesmo é ler as obras, só me falta dinheiro, rsrs. :(
    Depois de ler essa coluna fiquei até com vontade de assistir todos os filmes do Hannibal, eu adoro essas histórias que mexem mais com o psicológico.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir

 
© Copyright 2015. Template by LuMartinho.