20 fevereiro 2015

20

Pra ler no busão: Guerra civil

Título: Guerra civil
Autor: Stuart Moore
Páginas: 395
Ano: 2014
Edição lida: 1ª
Editora: Novo Século Editora
Sinopse: "A épica história que provoca a separação do Universo Marvel. Homem de Ferro e Capitão América: dois membros essenciais para os Vingadores, a maior equipe de super-heróis do mundo. Quando uma trágica batalha deixa um buraco na cidade de Stamford, matando centenas de pessoas, o governo americano exige que todos os super-heróis revelem sua identidade e registrem seus poderes. Para Tony Stark - o Homem de Ferro - é um passo lamentável, porém necessário, o que o leva a apoiar a lei. Para o Capitão América, é uma intolerável agressão à liberdade cívica. Assim começa a 'Guerra Civil'."


Capitão América. Homem de ferro. Homem-aranha. Quarteto Fantástico. Pela primeira vez, em 2006, a Marvel Comics fez um crossover de seu universo de maneira incomparável. O arco, que envolveu todos os heróis da empresa, foi chamado de "Guerra Civil" e conta uma história cheia de metáforas, críticas e referências do mundo real. O livro escrito por Stuart Moore é uma adaptação desse arco fantástico que conta com 102 revistas, contando todas as sagas individuais, que vão desde O Espetacular Homem-Aranha, passando pelos Novos Vingadores, Mulher-Hulk, Wolverine, Thunderbolts, Cable & Deadpool, até o Quarteto Fantástico, Capitão América e as revistas autointituladas.  

A história em si tem seu estopim quando jovens super-heróis semi-treinados, em um reality show para a TV, não conseguem impedir um supervilão de explodir uma região suburbana em Stamford, Connecticut, matando mais de 800 pessoas no processo. O governo, então, entra com um projeto de lei no senado para tornar ilegal o uso de superpoderes. Em uma tentativa de contornar isso, Tony Stark - o Homem de Ferro dos Vingadores - negociou um acordo: os super-heróis deveriam ser registrados pelo governo, e decidiu trabalhar em nome do governo e da S.H.I.E.L.D. Todas as identidades dos heróis seriam reveladas. Um dos momentos mais marcantes da série ocorreu quando o Homem-Aranha tirou a máscara na frente das câmeras de televisão com as palavras: 

"Meu nome é Peter Parker, e eu tenho sido o Homem-Aranha desde que eu tinha quinze anos de idade."
Porém, o Capitão America viu isso como uma violação dos direitos humanos e um atentado à liberdade pessoal. Com um grupo de dissidentes super-heróis, ele desafiou a lei. Anteriormente, ele havia sido o melhor amigo de Tony Stark, mas agora eles se tornaram pivôs em uma guerra entre os seres mais poderosos da terra.

E o Homem-Aranha foi pego justamente no meio do conflito.

Stuart Moore tomou este enredo enorme, intenso e complexo e destilou-o em um romance tão bom quanto a sua graphic novel. Às vezes ele muda a história para coincidir com a continuidade em curso, ou para simplificar a situação. Mas ele conquistou a intensidade da ação e as personalidades convincentes. Ele leva os pontos de vista de alguns dos personagens centrais: Capitão, Susan Storm, Homem-Aranha, e Tony Stark, e mostra como eles raciocinam através de seu dilema, e como suas escolhas afetam eventos. Não existem realmente vilões, mas pontos de vista. 

Este livro é um deleite para os fãs da Marvel. E para quem espera assistir ao filme Capitão América: Guerra Civil próximo ano (e quer entender por que é tão importante que o cabeça de teia apareça nesse filme).

Sou fã. Sorry.
Mas também adoro a DC, ok?


20 comentários:

  1. Oi Lipe!
    Não é que eu não goste da Marvel, mas esse não é meu estilo literário preferido e por isso nunca li nada assim. Mas sua resenha me deu vontade de experimentar, só por causa do Homem Aranha, kkkk.

    B-jusssss! ♥
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Homem-aranha é o queridinho da galera!
      Sobre o estilo literário, é apenas um drama político com super-heróis! Hahaha!

      Abraços!

      Excluir
  2. Oi Lipe!!
    Eu adoro os filmes da marvel e é exatamente por isso que evito ler esse tipo de livro. Nem olho na livraria, só vejo a capa e saio andando com um medo ENORME de spoilers. Como fã de Robert Downey jr. já tenho spoilers demais para Guerra Civil ahahhaha
    Não vejo a hora do filme sair <3
    Beijos

    http://lumartinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles devem mudar muita coisa para os filmes, Lu. E é provavelmente nesse filme do próximo ano que o Tony se torne um pouco mais vilanesco. Eu sou um pouco puxa-saco do Capitão. :)

      Abraços!

      Excluir
  3. Oi oi, como não gostar da Marvel Lipe?
    Eu quero/necessito deste livro!
    É tão bom assistir os filmes, desenhos, infelizmente nunca li algum livro deles, mas quero muito!!!


    Beijos
    jeehsts.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jess, você foi a primeira a comentar que gosta! :') *chorei

      O livro é de 2014 e é uma adaptação muito boa dos quadrinhos. Não é a mesma coisa e provavelmente o filme de 2016 também seja diferente, mas é bem fiel. Procura ler as HQs!

      Abraços!

      Excluir
  4. Oie...
    Esse não é meu estilo de leitura. Até já tentei dar uma chance, mas não sei...
    Me parece que falta algo quando estou lendo, sei lá... Acho que é por preferir muito mais um bom e dramático romance.
    Eu gosto do mundo dos super heróis mas (e agora vou apanhar dos fãs das HQ hahaha) prefiro muito mais os filmes...

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez o que falte seja o par romântico. Realmente é questão de gosto. Mas temos Sue e Reed Richards, a Mulher invisível e o Senhor fantástico. Até dicas sobre a vida sexual deles são mencionadas.

      Sobre preferir filmes a HQs, paciência. Hahaha!

      Abraços!

      Excluir
  5. Cara, se eu for ler isso no busão vou passar do ponto com certeza!!! Eu adoro histórias de super-heróis, especialmente quando tem homem-aranha, então meu amigo... Já quero!!! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahah!

      Gleyse, eu confesso que perdi a parada uma vez por causa do livro! Vale muito a pena!

      Excluir
  6. Olá!

    Eu estou louca para ler os livros que a editora está lançando sobre esse universo. Não sou fanática, tanto que não conheço tanto assim a história de cada personagem, só o que eu vejo nos filmes, mas mesmo assim quero muito ler! Deve ser demais! Filmes são ótimos e tal, e os quadrinhos também são fodas de acompanhar, mas acho que um livro nos transmite muito mais, não sei explicar. rs
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vantagem dos quadrinhos, Dessa, é que não acaba depois de duas horas e meia. Nós acompanhamos a vida deles. Entendemos mais sobre o relacionamento do Peter com Mary Jane, Reed e Sue Richards, Tony Stark com Steve Rogers...

      A vantagem do livro são as palavras. Eu gosto dos dois!

      Abraços!

      Excluir
  7. Oi Lipe!
    Eu gosto muito da Marvel, e também adoro HQs. Fiquei com uma baita vontade de ler esse. Eu não sou fã de todos os heróis da Marvel, mas concordo que quando eles juntam todos a história que nos é dada é totalmente incrível.

    Abraços
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosta de qual editora, Gustavo?

      Juntar todo mundo é bom porque sempre imaginamos os nossos heróis favoritos no mesmo universo, mas nem sempre os vemos atuando na mesma cidade. E o nível de poder no livro é ENORME! São semi-deuses. Sem falar no Thor, Hércules e Hermes!!!

      Abraços!

      Excluir
  8. Olha sinceramente eu não sou muito chegada nessas leituras, mas mesmo assim achei muito bacana a sua resenha. Fiquei interessada em saber da história, até porque a MARVEL é bastante famosa por conta de seus herois e eu adoro pelo menos alguns deles. Mas gostei. O do capitão américa eu nunca tive curiosidade nem de assistir o filme. Mas espero ver, porque me parece ser bem legal =]

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Defendo o Capitão, Sil. Ele não é mais o mesmo personagem que foi criado durante a segunda guerra mundial para exaltar o poderio norte-americano Hoje ele é um paladino da justiça que faz de sua pátria seu escudo. Gosto também do exemplo de liderança.

      Dê uma olhada e garanto que, se deixar o preconceito de lado, verá uma mensagem um pouco mais profunda.

      Abraços!

      Excluir
  9. Olá Lipe!!!
    Prazer kkkkkkkkkkk eu amo os filmes da Marvel e os desenho também, mas nunca assisti do começo ao fim pra entender tudinho, eram sempre episódios perdidos enquanto era criança, hoje em dia assisto os filmes com meu namorado é fico perdida quem cego em tiroteio kkkkkk não entendo bulufas de nada.
    Super show de bola sua resenha!! Muito boa mesmo, acho que vou me arriscar nessa leitura pra ver se acompanho a cultura Marvel do namorado kkkkkk

    Beijokas

    http://www.paraisodasideas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro conta um evento grande que aconteceu no universo Marvel. É ma temátic bastante adulta e muito interessante. Vale mesmo a pena, a leitura.

      Excluir
  10. Fiquei impressionado em saber que há um livro assim, tão fantástico.
    Assisti todos os filmes da Marvel e vivo repetindo kkkkk adoro
    Preciso desse livro urgentemente, amei a resenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lissandro, padawan, LEIA!

      O livro é baseado nas HQs, mas acredito que é uma leitura obrigatória para aqueles que estão esperando Capitão América: Guerra Civil. ;)

      Excluir

 
© Copyright 2015. Template by LuMartinho.