13 junho 2015

42

Pra ler no busão: Histórias de Amor e Traumas

Título: Histórias de Amor e Traumas
Autora: Lizete Meine
Páginas: 116
Ano: 2014
Edição lida: 1ª edição
Editora: Sollo Editorial
Sinopse: "A Viagem
Johany Benker conhece Apolo Olopa, um autor Best Sellers, e os dois se apaixonam e vivem por alguns dias um caso de amor.
Ele com traumas do passado por ter perdido sua noiva no altar com a morte por acidente de sua amada. Ela traumatizada pelas traições do seu noivo - os dois se encontram e vivem uma grande paixão.
Johany, ao voltar para casa, ocorre algo inesperado que pode traumatizar suas vidas para sempre – onde só o amor e a persistência podem mudar essa linda história de amor.

Sem Evidências de Vestígios
Paul e Mari Ly Guebouth morram na cidade de Sonora desde que nasceram, casaram-se e tiveram seus filhos.
Paul começou uma relação ás escondidas, igual a muitas com bons e maus dias. Paul, depois de vários anos que casamento entenderá que a rua sem saída da qual se meteu terá uma grande surpresa – quem era verdadeiramente a sua amante e por que o seu nível de testosterona baixou assustadoramente.
O Filho de Thel
O dia 23 de fevereiro de 2014 começa como outro dia qualquer, mas para o policial Loyola era mais um começo tranquilo do seu turno, quando recebe uma ligação ás 20h58min na central de policia da cidade de Foz do Iguaçu.
O modus operandi dos estupros eram idênticos, a fronha na cabeça, a fita adesiva verde, noite escura, nenhum sêmen, nenhum arrombamento, o que, provavelmente as meninas esqueciam a porta aberta, e isso deixaria os moradores em pânico – cuidado, o ódio sem limites podem deixar traumas desastrosos aos moradores e ás vítimas.
Impressões Apagadas
Robert Facetti e Viviane Schimit, viviam em San Sebastian desde que nasceram. Cresceram e foram á escola juntos, apaixonaram-se e logo se casaram.
Então Bob conheceu Pâmela e tiveram um relacionamento extraconjugal. A vida corria em segredo para Bob, até que um dia tudo começa a mudar para ele – o seu relacionamento azeda com alguns acontecimentos. E quando sua mulher descobre surpreendentemente ela passa a planejar um corretivo para Bob - Ás vezes uma doce vingança transforma para sempre a vida de uma pessoa e de muitas outras."

Normalmente eu me encanto com todo livro de parceria que chega da Sollo, seja pela história, escrita ou cuidado com revisão e edição, mas dessa vez foi um pouco diferente...

A personagem principal que é quem narra as histórias é uma paranoica que trabalha para/com a polícia. Até aí não tem porque chamá-la de paranoica, só que a mulher tem a mania horrível de ficar vigiando os vizinhos e pense numa vizinhança agitada.
"Fizeram amor de uma forma amável, tão doce e carinhosa.
Uniram suas bocas sedentas com algo mais que paixão, mais que tesão, ali mesmo no sofá."
Todos os vizinhos dela estão envolvidos em algum crime mesmo que indiretamente.


Aí você me pergunta: "Achei os traumas, cadê o amor?" Simples, a maioria dos crimes e acidente ocorrem por causa de "amor", leia-se amor deturpado porque pense num povo esquisito, mas só a primeira história pode-se dizer que é amor de verdade.
"Eu não considero fazer justiça uma vingança. A vingança na maioria das vezes é a vida que apresenta, eu apenas dou um empurrãozinho... A justiça é uma forma sutil de fazer vingança."
No fim das contas ela resolvia todos os casos e seus vizinhos estavam envolvidos.
Fiquei indecisa se não queria ela como vizinha ou essa vizinhança...

De todas as histórias a que eu mais gostei foi a primeira, apesar de achar os acontecimentos um pouco viajante, mas ainda assim é a melhorzinha na minha opinião.


Outra coisa que me incomodou foi a revisão do livro. Havia erros tão bobos porém gritantes que me incomodaram bastante, espero sinceramente que a editora refaça-a adequadamente.

A diagramação condiz com a história e as folhas amareladas foram um alívio.

42 comentários:

  1. considero esse livro fácil de ler, a editora aceitou em cheio nas letras grandes, facilitando muito minha leitura no ônibus, a capa está linda e achei muito legal os detalhes na página como o número dela que fica na lateral do livro ao invés de na ponta direita. Sem dúvida esse livro é para passar o tempo, sem maiores aprofundamentos, sem maiores dramas, sem complexidade nas palavras... ótima resenha :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, até que é bom, mas os erros me incomodaram muito.

      Excluir
  2. Olá
    nossa, e eu achava que esse livro era bem melhor, acho muito top as diagramaçãoes dos livros da Sollo, e esse esta bem bacana, mas o livro só vale um dois?? nossa que coisa não? kk
    Bjks
    Passa Lá No Meu Blog - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história não me agradou, acho que vai muito de gosto.

      Excluir
  3. Oi Deby!
    Poxa, deu só duas xicaras para o livro!? Como assim!? Eu gostei muito da diagramação do livro, parece bem feitinha e acho que eu leria esse sim, porque coisa de policial e tals, mas ao mesmo tempo fiquei meio em dúvida porque ninguém merece erros, às vezes, um ou dois passam, mas mais que isso fica incômodo!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não curto muito policial, Lu, e o fato dos erros me fizeram gostar menos ainda da narrativa.

      Excluir
  4. Oi Deby!
    Não conhecia esse livro, mas gostei da premissa, interessante a ideia de unir histórias onde existe um amor marcado por traumas. Pena que, como vc falou, o amor pouco aparece... Mesmo com a diagramação boa, é muito ruim quando a editora erra na revisão.
    B-jussss!

    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só uma envolve mesmo amor, todas as outras são bem traumáticas. ¬¬

      Excluir
  5. Não iria ler o livro a premissa não me atraiu e por mais que tenha gostado do seu ponto de vista sobre ele mas me parece muito clichê e romancezinho u.u

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele não tem nada de romancezinho, pelo contrário é o que menos tem.

      Excluir
  6. Oi Deborah, tinha me interessado muito pelo livro, mas acho tão chato quando um livro tem erros de revisão. Perde toda a graça a leitura, não? Espero que eles melhorem isso.
    Um beijo
    Carol
    http://www.sobrevicioselivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Normalmente os livros da Sollo são ótimos só nesse que eles perderam a mão. :(

      Excluir
  7. Fiquei meia confusa, parecia um livro de contos no início, mas pelo visto são várias histórias interligadas, se entendi. Premissa interessante, mas realmente encontrar erros tão gritantes não é legal. Bjs

    Território nº 6

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meio conto, mas as histórias meio que se ligam por causa da investigadora e o condomínio que ela mora.
      Entendeu?? hehehe

      Excluir
  8. achei a história muito confusa, meio sem pé nem cabeça...
    esquisito uma policial que vigia os vizinhos o tempo inteiro... sla, não leria. =X

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei ela bem doida por esse toc de vigiar os vizinhos, muito metida.

      Excluir
  9. Oi oi
    Gostei da premissa apesar de ter ficado um pouco confusa, gostei da diagramação, mas que pena que tem erros quem sabe se houver outra edição eu o leio ;)

    Beijoos
    blogmaiscafe.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meio confuso mesmo.
      Se houver uma segunda edição com os erros corrigidos aí sim.

      Excluir
  10. Oi Deby, tudo bem?
    Logo de cara o livro já não me atraiu, e sua resenha só comprovou que eu ao iria curtir ele, pois esse negócio de vizinhos, eu hein? Já tenho problemas suficientes com os meus! kkk
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha!
      É meio mais ou menos mesmo.
      Chatinho.

      Excluir
  11. Pela capa e título, imaginei ser um romance daqueles bem dramáticos, mas me enganei completamente. Gosto dessa pegada investigativa, e das histórias de cada caso separadas, mas foi uma pena que a Editora deixou passar esses erros na revisão. Confesso que não sei se daria uma chance a esse livro no momento.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os erros de revisão são a parte mais chata.

      Excluir
  12. Oi Déby!
    Poxa, que chato que não foi tão bom assim. Confesso que a capa e a premissa não me pareceu muito intrigante, ainda mais por ser um livro de contos, o que eu particularmente não sou muito fã.
    Os detalhes do livro pareceram incríveis, pena que a revisão deixou a desejar.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/2015/06/lancamentos-de-junho-editora-sextante.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os detalhes foram bem trabalhados, mas a revisão foi negligenciada.

      Excluir
  13. Nossa, o livro parece ter uma história tão inacreditável, que chega a ser engraçado, por, todos os vizinhos criminosos? Kkkkkk

    Abraços e até!!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né? Que bairro é esse que essa mulher mora!?
      Deus me livre. kkkkkk

      Excluir
  14. Flor, não sou a maior fã de crônicas e livros assim com várias histórias, e imagino a sua frustração levando em consideração os erros apontados.
    Espero que a editora leve suas criticas a sério e reveja esses pequenos erros.

    Beijokas

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero, Kelly, porque foi muito chato e desmotivante.

      Excluir
  15. Nunca tinha ouvido falar do livro, mas esse não me chamou muito a atenção.
    Eu também achei ele um pouco sem coerência e confuso.

    ResponderExcluir
  16. Oii, tudo bem com você?
    Eu tenho esse livro mas ainda não li ele, sua resenha é a primeira que leio sobre ele, e achei meio confuso até, vou tentar ler o meu, e sei que vou sofrer pelos erros que você mencionou, mas vou tentar, haha.

    Beijos da Jéss ♥
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tente.
      Gostaria de saber outras opiniões sobre esse livro porque não vi nenhuma.

      Excluir
  17. Esse livro... não me convenceu. Sua resenha serviu pra firmar que não é pra mim. Erros gritantes me irritam muito. Obrigada pela resenha sincera.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada, eu que agradeço pelo seu comentário.

      Excluir
  18. Oi, Deby!
    Nossa duas estrelas?!
    Se eu já não tava gostando da premissa do livro quando cheguei ao final da resenha e vi duas estrelas, simplesmente joguei a toalha fora.

    Vou deixar passar essa dica! Que pena que você não teve uma boa leitura!
    Beijocas da Deebs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi, não deu pra gostar.
      Não prende e não convence.

      Excluir
  19. Hummm... Acho que esse eu passo...
    Fiquei um pouco confusa com sua resenha e tenho a impressão de que é como você ficou com a leitura. E duas estrelas? Com tanto livro na lista de desejados?
    É... Acho que passo esse mesmo!

    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é meio confuso mesmo, Lica.
      Quebrou total minhas expectativas.

      Excluir
  20. Parece ser muito bom, esse eu também leria no busão com tranquilidade. Mesmo parecendo confuso, vou querer lie sim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só não recomendo se tiver problemas com erros de revisão.

      Excluir
  21. Ahhhhhhhhhhhhhhh não gosto de livros que tem vários erros de diagramação, a leitura fica muito chata =/ Espero que a editora verifique isso. Enfim, o livro não me chamou muito a atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A diagramação é linda, o problema é a revisão. :/

      Excluir

 
© Copyright 2015. Template by LuMartinho.