12 setembro 2015

30

[ENTREVISTA] Janayna Pin


Oie, gente!


Hoje nós vamos conhecer um pouquinho sobre a Janayna Pin, autora de Lobo de Rua.


01. Quando você decidiu se tornar escritora?
Bom, eu tenho alguns pequenos textos guardados que escrevi quando tinha SEIS anos... Hehehe... Meus pais já notavam que eu gostava de contar histórias e me incentivavam a escrever as ideias que tinha. Desde essa idade escrevo sempre, com mais ou menos intensidade, mas até pouco tempo atrás era só uma brincadeira.
Há uns três ou quatro anos comecei a me dedicar mais à escrita, comecei a ter o desejo de compartilhar meus textos com os outros e comecei a pensar em, de fato, ser escritora. Mas foi esse ano que tudo começou a acontecer: entrei no Clube de Autores de Fantasia no começo do ano e, desde então, produzi vários contos, publiquei minha primeira novela pela Amazon e, agora, fiz uma tiragem física.

02. Você tem alguma mania na hora de escrever?
Hum, não tenho não... O que eu tenho é uma certa rotina, porque trabalho em horário comercial e, por conseqüência, só consigo escrever a noite e nos fins de semana. Então tento manter a rotina de chegar em casa e sentar mais ou menos sempre no mesmo horário, no mesmo lugar, pra escrever um pouquinho.
Acho que a coisa mais estruturada que tenho em relação à minha escrita é que só começo a escrever (qualquer coisa, mesmo um conto) se eu sei mais ou menos o começo, meio e fim. Em geral, faço um roteirinho. Se não consigo, pelo menos a noção do fim na cabeça eu tenho que ter, nem que seja uma frase ou uma vaga ideia de cena. Se não, não consigo sentar pra efetivamente escrever aquela ideia.


03. Já pensou em escrever um livro onde você seja a protagonista?
Ah, acho que não, viu? Quando eu escrevo, gosto da experiência de ser e de viver o que meus personagens são e vivem. Se eu posso ser qualquer coisa, porque vou querer ser eu mesma? Hehe... Fora que eu sou envergonhada. Não ia querer um monte de gente lendo sobre mim. Hehe...

04. Qual a sua dica para quem quer se tornar escritor?
Acho que a melhor dica pra um escritor iniciante (como eu mesma, inclusive!) é encontrar mais gente que ama fazer o que você faz. Conversar com outros escritores – tanto mais experientes como os aspirantes – ajuda os dois principais perfis de escritor iniciante: aquele que acha que tudo o que escreve é ruim e aquele que acha que é a nova revelação da literatura. Hehe... Brincadeiras à parte: quando você lê coisas de outras pessoas e tem seus textos lidos e comentados por outros escritores, você começa a enxergar melhor tanto os seus erros quanto aquilo que você faz de bom.

05. Tem algum personagem de livro com o qual você se identifica? Se sim, por quê?
Ah, me identifico com vários! Mas um que me tocou profundamente foi o Jake Chambers, do A Torre Negra do Stephen King. Em termos de histórico, não temos nada a ver... Mas eu acho que as reações e as emoções dele nos livros são muito semelhantes às minhas. E adoraria viver a aventura que ele viveu.

06. Em sua opinião, quais são os benefícios de se ler um livro?
Todos! O benefício primário, a meu ver, é a diversão. Mas, felizmente pra nós, todos os “efeitos colaterais” da leitura são positivos. Li recentemente um estudo que dizia que pessoas que lêem têm mais facilidade de resolver problemas, porque quando lemos – especialmente fantasia, que é um gênero que exercita nossa capacidade de imaginar o que não existe – aprendemos a extrapolar as coisas e fazer analogias, o que ajuda a enxergar soluções não muito óbvias. Li também um outro artigo que falava sobre leitura e empatia: chegaram á conclusão que pessoas que lêem tendem a ser mais empáticas, porque ler nada mais é do que o exercício de viver e sentir coisas que se passam com outros (no caso, os personagens). E é fato que o mundo seria um lugar melhor se as pessoas se colocassem um pouco mais na pela das outras, né? Ou seja, precisamos de mais leitores!

07. A Internet é uma arma vantajosa para os escritores em geral, nela é comum ver parcerias entre blogs e autores. Se algum dia algum autor ou autora lhe convidar para uma possível parceria na criação de uma obra, você aceitaria o convite?
Com certeza! Se o projeto tiver a ver comigo e eu admirar a escrita desse autor, topo na hora. Inclusive, já tenho algumas ideias de contos em parcerias com um pessoal legal que conheci no Facebook.

08. Se algum dia você recebesse a proposta de adaptar seu livro em um filme, como você reagiria? Você ia gostar?
Eu ia amar! Imagina? Adoraria qualquer proposta que ajudasse minha história a alcançar mais e mais pessoas. Além disso, uma adaptação cinematográfica nada mais é do que um reconhecimento do seu trabalho. Significa que alguém resolveu investir muito dinheiro (mesmo que seja uma pequena produção) em uma coisa que você produziu. Acho isso sensacional!

09. Como autora, qual é seu maior sonho?
Pensando com o pé no chão, meu maior desejo é ser publicada por uma editora legal. Mas meu sonho mais audacioso é ser reconhecida como autora de fantasia nacional. Ser citada como autora preferida de alguém, ver meu livro sendo recomendado, ter gente falando sobre os meus personagens e as minhas histórias. J

10. Como é o seu contato com os seus leitores?
Eu ainda não tenho uma grande base de leitores desconhecidos, a maioria dos meus leitores são família, amigos ou colegas escritores do Facebook. O legal disso é que eu ainda consigo acompanhar com cuidado quem lê meus textos, então sempre que vejo alguma atualização sobre eles no Goodreads ou Skoob, procuro o leitor pra conversar pessoalmente sobre o que acharam e tudo mais. Bem recentemente é que comecei a ser procurada por mais pessoas interessadas na minha novela ou no meu projeto, e daí o contato é sempre uma delícia. Eu gosto, fico toda orgulhosa.

11. Quais são os seus próximos planos Literários? Tem algum projeto em andamento que possa revelar?
Meu projeto atual não é nada secreto, viu... Hehehe... Atualmente estou trabalhando no meu primeiro romance, o A Galeria Creta. Ele apresenta o universo ao qual pertence minha novela publicada (Lobo de Rua) e no qual pretendo escrever meu segundo romance, que por acaso é meu próximo plano literário. O primeiro romance vai contar a história do Téo, personagem que aparece no final de Lobo de Rua, de relance. E o segundo deve ser protagonizado pelo Tito, que é um dos protagonistas do Lobo de Rua. Paralelamente a estes projetos maiores, sempre estou escrevendo alguns contos aqui e ali. Em breve, dois contos meus já aprovados devem ser publicados em duas revistas de literatura fantástica. J

Pense rápido:
* Autor Nacional: Eric Novello
* Um livro: O Nome do Vento
* Uma música: The Lost World, a música tema instrumental do filme O Parque dos Dinossauros. Mesmo sem letra, é a música que me faz arrepiar sempre que escuto. John Williams é o cara!
* Um filme: A História Sem Fim
* Uma série: The Walking Dead
* Uma frase: “Todo mundo tem um mundo secreto dentro de si. (...). Todas as pessoas em todo o mundo, todas - não importa o quão maçantes e chatas essas pessoas se sintam. Dentro, todos têm inimagináveis, magníficos, maravilhosos e estúpidos mundos incríveis... Não apenas um mundo. Centenas deles. Milhares, talvez”. É um trecho de um dos volumes do Sandman, quadrinho do Neil Gaiman. E eu acho que essa frase tem tudo a ver com criação e escrita, já que nós somos os doidos que tentamos por esses mundos malucos pra fora. J



30 comentários:

  1. Nossa, amo A História sem fim, TWD e O nome do vento!! A autora parece ser muito simpática, fiquei muito interessado no livro dela. Parece tem bastante suspense, diversão e retrata muito bem São Paulo. Adorei!
    Abraços :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, parece ser uma história bem bacana.

      Excluir
  2. Não conhecia a autora, gostei de ser apresentada. Já vi alguns autores dizerem que fazem um roteirinho antes de escrever, acho que deve mesmo funcionar.
    Espero poder ver a resenha do livro da autora por aqui em breve.

    LETRAS COM CAFEÍNA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda terá a resenha, mas só ano que vem. ^^

      Excluir
  3. Olá!
    Não conhecia a autora nem a obra, mas adorei a entrevista!
    Gostei bastante das dicas para quem tá iniciando e sobre o sonho da autora de ser reconhecida como autora de fantasia nacional, tenho certeza que logo será concretizado!
    Adorei o post!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que seja concretizado em breve.
      Ela é muito gente boa.

      Excluir
  4. Não conhecia a autora, mas suas perguntas me fizeram conhecer-la um pouco, adorei as respostas, achei ela muito simpática e gentil! Fiquei bastante curioso em relação á obra dela, linda a capa!!

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é bem gentil mesmo, vale a pena dar uma chance para o livro dela.

      Excluir
  5. Olá!
    Não conhecia a autora e nem o livro dela, como ela mesmo disse a maioria dos leitores são próximos a ela, então fica difícil mesmo haha. Adorei a frase que ela citou, sou muito fã do Neil Gaiman.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a frase é muito show.
      Ela se aproxima dos leitores. Gosto disso.

      Excluir
  6. Adoro entrevista com autores. Elas fazem eles ficarem mais próximos né? A Janayna pareceu uma fofa. Não conhecia seu livro, irei dar uma pesquisada. haha.

    beijos.
    Kamylla Prado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, entrevistas são ótimas para nos aproximar dos autores.

      Excluir
  7. Oi, Não conhecia a autora, gostei das respostas, da franqueza dela. Mostrou ser bem simpática, não tenho muito estômago para autor que tenta ser prolixo e acaba dizendo nada... também curti a capa do livro dela, vou pesquisar mais :D
    Desejo que ela consiga alcançar os desejos dela,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é muito gente boa.
      Impossível não se interessar pela obra dela, ela sendo assim.

      Excluir
  8. Que entrevista linda! Adorei.
    Não conhecia a Janayna, mas gostei demais de conhecê-la e saber sobre seu livro. Ela é super simpática e deu um show nas respostas! Espero um dia ter a oportunidade de ler Lobo de Rua :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você tenha a oportunidade de ler o livro.

      Excluir
  9. AMEEEEI essa autora, haha. Gente, que mulher simpática! Eu não conhecia a obra dela, mas achei suas respostas coerentes e espontâneas. Imagino que sua narrativa seja uma delícia de se ler. Ela escreve desde os 6 anos!!!! Achei genial. Eu quero muito instigar meus filhos a fazerem o mesmo. Não, flor… ainda nem sou mãe, mas quero ser o tipo de mulher capaz de provocar tamanho amor pela leitura que a escrita se tornará um meio natural de expressá-lo.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, Fran.
      Também ainda não sou mãe, mas essa é a sensação que quero passar quando tiver os meus.

      Excluir
  10. Oi, não conhecia a autora.
    Mas adorei a entrevista, ela parece ser muito simpática.
    Gostei das respostas, ela é bem pé no chão.
    Desejo Sucesso.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, bem simpática.
      Ela é bem pé no chão.

      Excluir
  11. Oi, tudo bom?
    Adorei conhecer um pouco mais sobre a autora! é dificil mesmo ver um autor que quando escreve um livro não coloque um pouco de si em algum personagem. E ler é maravilhosamente divertido e viciante!
    Beijos!
    http://www.entreleitores.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Adorei a entrevista! Apesar de já ter ouvido falar desse conto, não conhecia a autora e nem tinha me aprofundado muito. A Janayna parece ser muito legal e fofa, sucesso a ela. Enquanto a obra, vou ver se compro para poder ler.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você leia.
      Porque é muito amor, a autora.

      Excluir
  13. OI Deby!
    Adorei conhecer a autora, sempre fico animada quando vejo surgir novos autores com histórias mágicas, isso me incentiva bastante a continuar a escrever!! Sorte e muito sucesso pra Janayna!!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Continue a escrever e termine logo esse livro. hahahahha
      Janayna é uma fofa.

      Excluir
  14. Oi Deby.
    Não conhecia a autora, mais gostei de saber que ela escreve desde os 6 anos.
    Amei a entrevista.
    Sucesso Janayna!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois conheça mais sobre ela que é um amor.

      Excluir
  15. Oi Deby, adorei as respostas da Janayna, especial quando ela disse que é melhor contar e viver a história dos personagens que contar a sua, a gente nunca pensa por esse lado e acho q ela está muito certa. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade a gente nunca pensa assim.
      Mas ela está muito certa.

      Excluir

 
© Copyright 2015. Template by LuMartinho.