18 dezembro 2015

17

Pra ler no busão: O duque e eu

Título: O duque e eu
Autora: Julia Quinn
Páginas: 288
Ano: 2013
Edição lida: 1ª edição
Editora: Arqueiro

Sinopse: "Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.
Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.
Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida."

Já deu pra perceber que esse mês é bem Arqueiro, né?

Quem não tem uma quedinha por romances de época?
Resolvi me aventurar pelas histórias do Bridgertons pela necessidade que tinha de ler algo da Julia Quinn que não lia desde os romances de banca.

Nesse primeiro volume conhecemos a história de Daphne, a irmã Bridgerton mais velha, porém a quarta filha dentre os oito. Ela vem de uma família bem tradicional e com a mania de dar o nome dos filhos em ordem alfabética. (melhor parte hahahahaha)


O mais curioso é que nenhum deles, até mesmo os três irmãos mais velhos, estão casados ainda. Sendo assim a mãe deles tem a loucura de querer casá-los, fazendo até mesmo listas com os melhores pretendentes.

Anthony fica a cargo de ser o senhor da casa sendo o que diz não ou sim para os pretendentes que se interessam em Daphne, mas ela é que diz para ele se tem interesse no rapaz/homem ou não.

Daphne é tão gentil e diferente das outras moças que acaba sendo vista como amiga pela maioria dos seus pretendentes em potencial. E aquele que a quer a todo custo ela não faz questão.

Mas tudo muda quando Simon, o melhor amigo de Anthony, volta para a cidade e vira a sensação do momento. Os dois decidem se ajudar: ele a fugir das moças loucas por um casamento e Daphne em busca de um pretendente interessante. Como era de se esperar a atração entre os dois é inevitável.

Simon faz de tudo para fugir da responsabilidade, preferindo até mesmo a morte, porque havia feito uma promessa a si mesmo de nunca se casar.

Não posso falar mais nada sobre o desenrolar da história ou acabarei dando spoilers.
Só me resta acrescentar que é uma história muito leve e agradável que quando você menos percebe já chegou ao final e você quer saber o que nos contará o próximo livro sobre o próximo Bridgerton.

O único ponto que me incomoda um bocado é o fato da mulher ser tratada como um objeto de posse do marido. Mas compreendo que era um costume da época.

Como sempre a revisão e a diagramação, mesmo simples, da editora Arqueiro estão de parabéns pelo cuidado e capricho. Não encontrei nenhum erro de revisão.

Quero muito continuar a leitura da série e espero que consiga os livros em breve!







17 comentários:

  1. Olá :)
    Essa série toda é muito fofa, leia logo o segundo livro que ao meu ver é o melhor de todos!

    Beijão,
    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adoro romance histórico, e Julia Quinn é uma linda. Já li alguns dos Bridgertons e ainda quero ler os outros, são romances leves e agradáveis...

    Bjim e até mais...
    http://reinoliterariobr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sempre vejo altos elogios sobre a autora, mas ainda não li nenhum livro dela, mais porque se trata de romances de época e é raro eu ler, esse ano por exemplo eu li apenas dois desse genero.

    ResponderExcluir
  4. Esse livro é maravilhoso, todos os livros da autora são bons e incansáveis, fáceis de ler e uma linguagem não cansativa.

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Você abordou o porquê de eu não curtir romances de época: a objetificação da mulher. Além disso, os costumes não me convencem. Sendo assim, apesar dos elogios, não é o livro que leria, mesmo que seja pra passar a tarde.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Déborah,
    Guria, cada vez que leio uma resenha desse livro, fico com vontade de jogar minha lista de leitura pro lado e avançar nesse :)
    Que demais que os nomes são em ordem alfabética, não tinha me tocado ainda.
    Eu também só tinha amigos e nada de pretendentes, entendo a Daphne hahahah
    Essa coisa de casar desesperadamente me lembrou Orgulho e Preconceito.

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Estou muito ansiosa para começar a ler essa série, tenho certeza de que vou me divertir muito. Vejo vários comentários positivos, o que me deixa mais animada ainda.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  8. Oii!

    É um pouco difícil ler esses livros e não se incomodar como a mulher é tratada né?
    Eu me apaixonei pelo gênero esse ano e quero devorar todos os livros, só me falta tempo HAHAHA.
    Ainda não tive a oportunidade de ler essas obras ainda, é uma série muito longa e eu tô deixando de lado. Mas tenho curiosidade.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li nenhum livro da Julia, mas já sou louca por ela. Preciso ler uma livro dela tipo ontem. haha Amei a sua dica de ler no busão. rsrs

    Abraços,

    Blog:http://ossegredosdoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu só escuto elogios para os livros da Julia e morro de vontade de ler. Ainda li bem poucos livros de romance de época e desde o lançamento esse está na minha lista - mas cade o tempo?
    Essa coisa do tratamento da mulher como posse também me incomoda um pouco, mas se a narrativa é boa acabo nem ligando muito.
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  11. Faz um tempo que eu namoro essa coleção Os Bridgertons, comprei só o quarto até agora porque estava em promoção. Assim que aparecer outra eu compro, pelo menos os 3 primeiros hahaha. Eu simplesmente adoro ler romances de época.

    Livros & Nerdices

    ResponderExcluir
  12. OI Deby!
    Eu sempre fico encantada com esse desenho da familia deles!!
    Eu quero muito ler essa série, mas, sempre deixo para depois porque acho algo mais legal ou assustador pra ler, sacoé! Mas, essa familia ainda vai me pegar de jeito que eu sei!!
    Beijos

    LuMartinho | Face | Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Morro de vontade de ler esses romances de época da Julia, ela tem vários fãs fieis e todos que leem dizem que ela consegue relatar um romance de época de fomra incrível.

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá, Déborah. Tenho uma enorme vontade de ler os livros da autora. Falam muito bem a respeito e eu também adoro romances de época. Espero que eu o faça em 2016, rs.

    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  15. Oi Deby, eu ainda não lí nenhum desses romances de época, mas os da Julia Quinn sempre me chamaram atenção, pela capa. Adorei essa coisa de colocar os nomes em ordem alfabética kkkk. E pelo que vi esse livro segue bem a linha de época, pois vi alguns por aí que fogem um bocado. Bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi Deby.
    Essa série tá muito perfeita <3
    Tava aguardando a resenha pra saber se eu realmente deveria ler, e eu gostei muito, com certeza vou ler <3
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Não me julguem, mas eu nunca li nenhum romance histórico.
    Quero muito, de verdade. Olha eu quero ler algo dessa autora, mas, fora da série pq não to com paciência pra séries.
    hahaha
    você conhece algum?
    Parabéns pela resenha <3
    Aaaah não me incomodo de a mulher ser tratada como "posse" do marido, o que me incomoda é o fato de que o mario não era "posse" da mulher, quer dizer, um é do outro e os dois se amam pra sempre certo?
    Que palha assada é essa de a mulher ser do homem e o homem ser do mundo todo? SOCO NA CARA!
    Bjs
    Tay do Let It Shine

    ResponderExcluir

 
© Copyright 2015. Template by LuMartinho.