17 fevereiro 2016

21

[ENTREVISTA] Marcella Rossetti


Hoje é dia de conhecer um pouquinho mais sobre a Marcella Rossetti, autora de Filhos da Lua.

01. Quando você decidiu se tornar escritora?

Bem, eu decidi logo após o término da faculdade de História. Entretanto, levei algum tempo até pensar e criar o universo dos Filhos da Lua.

Mas a primeira vez que pensei na possibilidade em ser escritora foi aos quatorze anos, quando uma professora me deu zero em redação, justificando que o texto estava bem escrito demais e me acusou de ter copiado de algum livro. Eu havia feito sozinha, é claro, e esse acontecimento de alguma forma me desafiou a escrever um livro um dia.


02. Você tem alguma mania na hora de escrever?
Gosto de escrever com uma playlist preparada para ser ouvida em algumas cenas. A música me inspira e ajuda a entrar no clima da cena. Acho que é minha única mania rs

03. Já pensou em escrever um livro onde você seja a protagonista?
Na verdade não rs. Mas acho que cada um dos personagens carrega um pouco do autor na obra.


04. Qual a sua dica para quem quer se tornar escritor?
Não desistir é a primeira dica. 
Estudar muito sobre a escrita também é muito importante, pois o difícil não é ter ideias, o mais complicado é você escrevê-las de forma tão interessante que impressione e apaixone o leitor. Estude muito sobre estrutura narrativa. E lembre-se de que palavras difíceis não são nem um pouco importantes na obra, mas coerência, originalidade e leveza são.
E a última dica é: valorize tanto as críticas positivas quanto as negativas de seus leitores betas, essas críticas podem ajudá-lo a eliminar os pontos fracos da obra e fortalecê-la. 

05. Tem algum personagem de livro com o qual você se identifica? Se sim, por quê?
Acho que me identifico um pouco com cada um dos personagens criados, mas a personagem principal Bianca é a que mais me identifico devido a sua luta em superar a si mesma.

06. Em sua opinião, quais são os benefícios de se ler um livro?
Muitos!!! O livro nos leva a lugares impossíveis de irmos de outra forma. Nos faz viver mil vidas. Incita nossa imaginação e nos possibilita refletir o que faríamos em determinadas situações. Enfim, ele nos possibilita experiências intelectuais e emocionais ricas. Nos impulsiona a nos tornarmos pessoas muito melhores do que somos hoje.

07. A Internet é uma arma vantajosa para os escritores em geral, nela é comum ver parcerias entre blogs e autores. Se algum dia algum autor ou autora lhe convidar para uma possível parceria na criação de uma obra, você aceitaria o convite?
Acredito que sim. Nunca pensei nisso! Também acho que depende do estilo da escrita deste autor. Precisamos ser compatíveis no modo de pensar e elaborar a narrativa. Mas acho que seria ótimo!

08. Se algum dia você recebesse a proposta de adaptar seu livro em um filme, como você reagiria? Você ia gostar?
Com certeza!! Alguns leitores comentam que adorariam ver a obra sendo adaptada para uma série de televisão e eu também, claro. Mas isso não depende de mim. A adaptação teria que contar com muitos efeitos especiais para mostrar a troca de peles e a tecnologia metamold do Refúgio.


09. Como autora, qual é seu maior sonho?
Acredito que após ter conquistado uma casa editorial, o meu maior sonho é ver a obra traduzida para outras línguas. Isso possibilitaria um alcance maior de leitores.

10. Como é o seu contato com os seus leitores?
Como você mesma falou, as redes sociais nos ajudam muito. Vários leitores me encontram no Facebook e conversamos sobre a obra. Pergunto a eles sobre as cenas que mais gostaram, sobre os personagens. É muito bom ter esse contato e não me incomodo com esse carinho. 
Além dos elogios, recebo muitas cobranças com relação ao desejo da sequência e sempre os acalmo dizendo que o livro dois está a caminho rs

11. Quais são os seus próximos planos Literários? Tem algum projeto em andamento que possa revelar?
O próximo passo é o lançamento do livro físico pela editora AVEC, provavelmente em abril ou maio de 2016. 
Em seguida, terminar a coletânea de contos gratuitos para os leitores que se cadastraram no site. São contos baseados em alguns personagens do primeiro livro. E, é claro, terminar o livro dois.

Pense rápido:

* Autor Nacional: Eduardo Spohr
* Um livro: Senhor dos Anéis
* Uma música: Nothing Else Matters (Metallica)
* Um filme: Guerra nas Estrelas (episódio IV)
* Uma série: The Walking Dead
* Uma frase: "Só existe um mal a temer: aquele que ainda existe em nós."

Marcella foi super prestativa em responder essa entrevista pra gente. E vocês o que acharam dela?

21 comentários:

  1. Ótima entrevista! Que triste que a professora deu nota zero para ela com base em achismo! Uma postura totalmente anti-profissional. Quem bom que isso a fez ter ainda mais vontade de escrever, e não o contrário.

    Também gosto muito de escrever, no momento apenas contos, então é sempre bom ver dicas de quem já está neste caminho a mais tempo!


    Bjs,


    http://www.tamiresdecarvalho.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Déborah!
    Gosto de entrevistas, pois assim podemos conhecer autores novos e melhor os que já temos um certo contato.
    Eu não conhecia a Marcella e nem tinha visto falar de seu livro.
    Nossa que professora má, mas para ela isso foi um evento positivo, ela descobriu que poderia sim escrever um livro.
    Escrever com música é bom demais, eu tenho uma trilha sonora que uso quando estou escrevendo minhas resenhas, adoro escutar Sade e Adele.
    Nossa ela disse algo que realmente é verdade, não adianta você fazer um texto cheio de palavras difíceis, isso pode até chamar a atenção porque o leitor vai perceber o seu amplo vocabulário mas muitas vezes isso prejudica a leitura deixando-a arrastada e densa.
    Muitos autores as vezes tem ideias incríveis, mas na hora de colocar tudo no papel, nossa vira mix de dar arrepios nos leitores.
    Os principais benefícios da leitura é poder conhecer universos e personagens diferentes, poder viajar para lugares inimagináveis, bater um papo com aquele personagem que roubou o seu coração.
    A internet é uma ferramenta muito utilizada, mas que pode se tornar uma arma nas mãos de quem não sabe usar.
    Senhor dos anéis, Metallica, TWD, já virei fã dessa autora ehehe.
    Adorei conhecer a autora, agora vou atrás do livro, quero conhecer a sua escrita.
    Beijão!
    Lilica - O maravilhoso mundo da leitura

    ResponderExcluir
  3. Oi!!!!


    Que legal essa entrevista, ainda não li nada da Marcella, mas adoro saber mais sobre autores nacionais. E que professora é essa que dá nota zero para um aluno pq esse escreveu bem demais? Isso sim é o cumulo do absurdo!!
    E, somos duas fãs de senhor dos anéis rsrsrsr
    PS: Ótima atitude de disponibilizar contos gratuitos!

    ResponderExcluir
  4. Oi Deby!!
    Não conhecia a autora, mas a achei adorável. Foi uma ótima entrevista e para mim, que sou uma autora iniciante, consegui algumas dicas boas ai no meio.
    Sucesso à vocês!
    Bjos

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. adorei a entrevista,ja conhecia ela e as obras e agora vou poder ter meu exemplar ;) fico feliz que ela tenha uma casa editorial agora.
    muitas pessoas vao conhece-la e se fascinar por esses livros impressionantes.
    http://ldsonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Muito bom! Eu não conhecia a autora nem a obra!
    Esse tipo de entrevista é legal, aproxima a gente da carreira do autor! Gostei principalmente do pense rápido!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  7. Obrigada por me apresentar não só a autora, como também seu livro, pois não conhecia nenhum dos dois. Sucesso para ela!
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Adoro entrevistas, com elas conhecemos um pouco mais sobre os autores. Adoro escrever textos ouvindo música também, me inspira. Realmente quem quer ser autor e seguir carreira não pode desistir e deve continuar acreditar mesmo que digam que é besteira. Parabéns pela publicação. Percebe-se que a autora é bem geek como falam. Ótima entrevista. Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá.
    Não conhecia a autora, por isso gosto bastante de entrevista pois assim conhecemos mais sobre os nossos autores.
    Fiquei me perguntando, o que será que a professora dela deve estar pensando agora que ela virou autora hahaah
    Parabéns pela entrevista :)

    ResponderExcluir
  10. Olá Déborah, adorei a entrevista...acho uma ótima oportunidade para os leitores conhecerem os responsáveis pelas histórias que tanto nos encantam.

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  11. Adorei a entrevista! Parabéns!!
    www.prateleirasemfim.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Deby, adorei saber mais sobre a autora. Que absurdo a professora ter dado zero em uma boa redação. Eu teria feito ela provar que não tinha sido eu a escrever!!! E as dicas para os aspirantes a escritores foram muito valiosas e fiquei curiosa para ler algo dela. Bjs

    ResponderExcluir
  13. Oiee ^^
    Gente, a professora a acusou? Espero que a Marcela tenha passado por cima disso, afinal, agora ela é uma escritora! Acho que ainda não conhecia o livro da autora, mas torço para que ele seja traduzido para outras línguas, como ela disse. Alcançaria mesmo muita gente. Adorei conhecer a Marcela, principalmente porque ainda não a conhecia.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Conheço a obra da Marcela por conta da Amazon, teve uma promoção gratuita dele ano passado e adquiri o meu! Gostei bastante da entrevista e por conta dela, já me cadastrei no site da autora, afinal, que leitor não gosta de conteúdo exclusivo! Espero que a autora consiga realizar seu sonho, pretendo em breve ler Filhos da Lua, pois é exatamente o tipo de leitura que gosto. Enfim, a Marcela é muito simpatica e gostei de conhecer mais sobre ela e a obra com a entrevista!

    Da Imaginação à Escrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sammysam que bom que já possua a obra. Só uma dica, atualize seu e-book através de sua conta na Amazon. Devido ao lançamento do livro físico, uma edição em e-book está disponível! Há diversas novidades nele como glossários de termos e personagens no final. bjoss

      Excluir
  15. Que legal levar zero na redação porque ta muito boa hahahaha
    Deus abençoe essa autora por saber que palavras difíceis não são legais! Odeio quando o autor quer pagar de intelectual e parece que cagou um dicionário.
    O contato com os leitores eu acho que é um dos maiores baratos do escritor nacional, a gente tem muito mais acesso e isso é maravilhoso.
    Marcela, vem cá dar um abraço com essas respostas rápidas <3

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Nathalia! Um abraço para você também ;) <3

      Excluir
  16. ainda não li o livro pois estou trabalhando em 2 mais tenho varias recomendações de leitor qual respeito muito é só sobrar horinha...curioso

    ResponderExcluir
  17. Eu achei a Marcela muito querida. Ainda não a conhecia, ou sua obra, mas adorei as respostas dela. E amei a capa do livro, que lindo! Fiquei curiosa para saber mais sobre ele! Parabéns pela entrevista, é sempre bom conhecer novos autores! E parabéns à Marcela que vai ter seu livro físico publicado.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  18. Oi, Déborah
    Não conhecia a autora e nem sua obra, então adorei a entrevista.
    Como assim a professora de redação deu nota 0 pelo fato de o texto estar excelente? kkkk Que bizarro.
    E as redes sociais são mesmo muito importantes. Deve ser demais esse contato imediato com os leitores.

    Beijo,
    João Victor – All POP Stuff | De cabeça para baixo

    ResponderExcluir
  19. Obrigada Deborah pela entrevista e a todos pelo carinho!

    ResponderExcluir

 
© Copyright 2015. Template by LuMartinho.