08 fevereiro 2016

23

Pra ler no busão: Última Chance

Título: Última Chance
Autor: Bia Sarah
Páginas: 220
Ano: 2015
Edição lida: 1ª edição
Editora: Lotus
Sinopse: "Trevor Mitchell sempre foi o bad boy, a ovelha negra da família, e aos 19 anos deixou para trás o sonho de seus pais de ter um filho administrador para se tornar parte do Redeemers Motorcycle Clube. Mas após seis anos, e agora como Vice-Presidente do clube, ele precisará voltar à sua cidade natal e lutar contra os fantasmas do passado, entre eles a adorável Maddisson Leif, sua antiga namorada, que partiu seu coração anos atrás. Entretanto ao encontrar a doce e sexy Maddisson ele se depara com uma pequena e loira surpresa. O pequeno Aidan.

Os rumos do amor e do perdão entre duas vidas, as dificuldades de adaptação e
aceitação em um novo lar, a busca da força necessária para enfrentar as batalhas impostas pelo destino, onde nada poderá ser julgado como certo ou errado, quando uma simples escolha não é o bastante. A ânsia da vitória representada pelo amor devotado a uma criança e ao amor de sua vida.
Nada mais será igual. Nada mais importará. Será a Última Chance.Foi por isso que corri, tentei fugir, mas quando tem que ser, não adianta, será.

-Caio Fernando de Abreu-"

Essa é a nossa primeira resenha de parceria com a editora Lotus e espero que vocês gostem desse livro que será o primeiro de uma série.

Quem não gosta do bad boy pegador cheio de tatuagem e ainda pilotando uma moto? Esse é Trevor Mitchell que não faz nenhuma questão de esconder sua maneira de ser e agir.
Ele é bem direto em tudo que sente e faz, mas após a ligação de sua mãe, que ele não vê a algum tempo, sua vida começa a tomar novos rumos.

Trevor volta a sua cidade natal e tem que lidar com o estado de saúde do pai, mas o pior é que além disso ainda tem que descobrir verdades que estavam bem enterradas e lidar com um encontro iminente com sua ex que lhe deu um belo de um pé na bunda.
"Você sempre foi tudo pra mim."
Sabe quando esse tipo de reencontro além de trazer o desejo novamente acaba trazendo mais pessoas envolvidas? É isso que acontece nessa história.

Maddison, a ex, banca a durona, mas é inevitável perceber o quanto Trevor mexe com ela completamente. E ela mexe com ele, é totalmente recíproco.

Aidan é uma figura muito fofa e muito amor, na minha opinião melhor personagem, pois é impossível não se apaixonar e se apegar a ele.

A história em si tem bem aquela pegada clichê: casal separado há tempos por motivos escusos e quando se reencontram tudo se acende com ainda mais intensidade, porém eles não querem dar o braço a torcer ainda mais pelo cara ser um belo de um pegador e isso deixar a mulher bem incomodada.

Mas fazer o quê, eu curto um bom clichê e fui com a cara do Trevor. Já a Maddison foi mais ou menos.

Achei que foi bem desenvolvido, mas do meio pro final poderia ter sido melhor. Sem tantas passagens de tempo.

Não curti muito o final, sei que é uma série, mas eu queria e acredito que poderia ter sido diferente, melhor, mais elaborado.

Mesmo assim não desisti da série e ainda quero ler os posteriores porque quero saber o que aconteceu com o melhor amigo do Trevor do clube. E também porque gostei da escrita da Bia, é bem leve e sem fru frus.

Achei que a capa tem tudo a ver com o livro e está aprovada. Porém a revisão me incomodou um pouquinho por serem erros meio bobos que passaram batidos, mas li em ebook e acredito que na versão impressa esses erros serão sanados.

Apesar de tudo indico o livro para quem curte um bom bad boy. o/
E pra quem gosta de iniciar séries.



23 comentários:

  1. Oi, oi.
    Assim como você gostei da capa, só fiquei com o pé atrás com a história, precisaria ler para saber se ia gostar mesmo ou não.
    Agora quando o livro é de uma série, o final sempre me deixa incomodada sabe...
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Olá, não sou fã do gênero, mas curti sua dica ;)

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  3. Fórmula perfeita : bad boy + tatuagens + amor do passado + consequências. Já me convenceu que a história é bom sem contudo ter um final condizente com o resto. Um grande abraço!
    http:// www.lostgirlygirl.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Aaaaaah esses romances com badboys, não me aguentooo!!!! Pelo meu ponto de vista pelo menos, parece ótimo. Kkkk
    Beijos!

    http://estantemineira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, sabe que eu tenho gostado muito de livros com essa temática? não sabia de sua parceria com a editora e deixo aqui meus sinceros parabéns =D

    A trama me cativou e fiquei curiosa para ler a série, é uma pena que não tenha lhe agradado tanto mas espero que os próximos volumes você possa gostar mais. Gostei muito da resenha e espero poder conferir essa série

    ResponderExcluir
  6. Não curto muito esse gênero de leitura, porém essa capa está linda demais.

    ResponderExcluir
  7. Ei, tudo bem?
    Gostei da premissa do livro, e adoraria lê-lo para passar a tarde em boa companhia de um bad boy haahha Coloquei o livro na lista e espero poder lê-lo em breve.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  8. Uma história de amor é sempre algo encantador e comovente. Sobretudo um amor que resiste à separação. Apesar de gostar dessas narrativas mais românticas, não me senti atraída pela obra. Também não curti muito a capa. Gostei muito da sua resenha, muito bem escrita, mas vou deixar a dica para uma próxima vez.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  9. Amei essa capa! Não gosto muito do gênero, por isso acabei não me interessando. Mas adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Déborah!
    Histórias com bad boys são legais, mas essa coisa de reencontros depois de muitos anos me dão a impressão de que a história é um romance água-com-açúcar, o que não me agrada muito. Mesmo assim eu leria esse livro. Fiquei curiosa para saber como acaba a história.
    Beijos

    http://tudoqueeuli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá Deborah!
    Poxa, eu não gosto nada da escrita da bia sarah, já até tentei outros livros, mas não consigo me apegar a um propósito pra me manter lendo...
    bjss

    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. não curti a capa, e quanto ao bad boy, imaginei um Darryl de The Walking dead da vida kkkkkkkkkkkkkk se ele for nesses moldes, até que gosto... maaas, o velho clichê que eu não curto... =T
    acho que iria gostar do personagem pela descrição que vc deu dele, já Maddison, não sei, algo não me animou com ela...

    ResponderExcluir
  13. Eu não gosto muito desse tipo de leitura ainda mais quando é uma série e acaba ficando extenso.
    Tbm não gostei da capa como você. Kkk.
    Vou deixar para uma próxima dica!
    Bj flor
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  14. Não sou fã do gênero e a trama não me despertou muito interesse :( Mas, apesar do final, parece que a fórmula agrada os apreciadores do gênero!

    ResponderExcluir
  15. Olá tudo bem? Não curto muito esse gênero de leitura, não sei eu tento ler, mas me desanimo e a leitura não flui de jeito nenhum!! Também não gostei dessa capa, não acho que ela condiz com a história!!!! Como a Camila, vou deixar para uma próxima dica!!!

    Bjinhus
    Keyla - blogleituraterapia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oie

    O que um bom Bad Boy não faz né? Hahaha eu tenho uma relação complicadas com eles em um livro eu o odiei e em outro amei. Quem sabe eu não dou uma chance a ele e tiro minhas próprias conclusões?!


    Mayla

    ResponderExcluir
  17. Oi, Déborah, tudo bom? É bem chato quando a história procede bem até certo ponto e aí, no final, desanda, né?
    Por mais que tenha sido ótima até lá, se o final for ruim a qualidade diminui quase que 90%, pelo menos pra mim.
    Espero que nos próximos livros da série a coisa seja diferente.
    Ótima resenha, alias. Beijos!!!
    http://www.quinzeinvernos.com/

    ResponderExcluir
  18. Oi, Déborah, sua linda, tudo bem
    Eu adoro um bom clichê, e adoro bad boys, risos.... Essa história tem tudo para me conquistar, começando pela capa. Mas fiquei receosa com a parte do desenvolvimento do enredo que justifica sua nota. Vou pesquisar mais sobre ele. Mas gostei da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi flor
    Já tinha lido comentários sobre o livro é desde então quero conhecer Tremor, adoro um bad boy e histórias cliches. E essa capa está linda mesmo, chama bem a atenção. Gostei e quero muito conferir.

    Beijo
    Lovesbooksandcupcakea.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oie, tudo bem?
    Que resenha legal, mas esse livro não me agradou muito não tanto pelo estilo quanto pela premissa, não me vejo lendo algo assim. E ainda mais com o final meio paia neh!!

    Até mais, http://www.meninoliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oii,

    Olha já li tantos romances, mas nenhum com um bad boy (pelo menos pelo o que me lembro). E confesso que fiquei curiosa em ler algo do tipo, por que me parece uma boa história. Também adoro clichês, eles sempre me deixam empolgada...hahha

    beijos

    ResponderExcluir
  22. Oe, tudo bom?
    Não sei se leria, já que não é muito meu gênero.
    A premissa também não ajudou nada a mudar a minha opinião.
    Até mais!

    ResponderExcluir
  23. Olá

    Não tenho nada contra o gênero,já li vários livros assim,mas a princípio deixo a dica passar, como li alguns livros assim durante um certo tô dando um tempo e procurando ler outras coisas,mas isso por enquanto, leria em outro momento.

    Bjss

    ResponderExcluir

 
© Copyright 2015. Template by LuMartinho.