22 maio 2017

0

Pra ler no busão: O medo mais profundo

Título: O medo mais profundo
Autor: Harlan Coben
Páginas: 272
Ano2016
Edição lida: 1ª edição
EditoraArqueiro

Sinopse: "Na época da faculdade, Myron Bolitar teve seu primeiro relacionamento sério, que terminou de forma dolorosa quando a namorada o trocou por seu maior adversário no basquete. Por isso, a última pessoa no mundo que Myron deseja rever é Emily Downing.
Assim, ele tem uma grande surpresa quando, anos depois, ela aparece suplicando ajuda. Seu filho de 13 anos, Jeremy, está morrendo e precisa de um transplante de medula óssea – de um doador que sumiu sem deixar vestígios. E a revelação seguinte é ainda mais impactante: Myron é o pai do garoto.
Aturdido com a notícia, Myron dá início a uma busca pelo doador. Encontrá-lo, contudo, significa desvendar um mistério sombrio que envolve uma família inescrupulosa, uma série de sequestros e um jornalista em desgraça."


Aehoo! Olá, pessoal! Estou aqui de volta com as resenhas moonwalker dos livros de Harlan Coben. O medo mais profundo é o sétimo livro da série Myron Bolitar e um dos últimos que li. Aqui temos o padrão - ou, para os menos fãs, clichê - das primeiras histórias do agente esportivo mais detetive particular de Nova Jersey: Myron é visitado por uma antiga namorada da universidade que, coincidentemente, também foi seu primeiro amor verdadeiro, Emily Downing. Aí temos o momento drama mexicano, pois ela revela que o filho dos dois (que Myro até então não sabia que existia) está morrendo devido a uma doença rara que só pode ser tratada com uma transfusão de medula óssea, mas o único doador compatível desapareceu. Ela quer que Myron o encontre. Ele concorda em ajudar, mas ainda estava intrigado e tinha suas dúvidas sobre sua paternidade.

À medida que o caso avança, Myron aprende a provável identidade do doador: o filho desaparecido de uma família muito rica. Ele também se envolve no caso de um sequestrador/assassino particularmente cruel. O filho de Emily - e de Myron - é sequestrado, mas mesmo que ele fosse encontrado, isso não ajudaria a encontrar o doador de medula óssea necessário.

O ponto principal da história não é o enredo recorrente, mas todos os temas que a margeiam: a nível pessoal, com fantásticos diálogos com Esperanza, sua sócia e melhor amiga, e com Win, seu melhor amigo psicopata e multimilionário, Myron deve descobrir o que define uma família - é apenas sangue, ou estar lá na vida da criança. Teriam Myron o direito de ser parte da vida do filho que acabara de conhecer e que não o reconheceria como pai? Ao mesmo tempo, Myron deve enfrentar a realidade de que seus pais estão envelhecendo - seu pai sofrera um ataque cardíaco há alguns meses, ambos os pais estão se aposentando, e eles estão vendendo a casa em que ele viveu toda a sua vida. A mudança está aqui em todas as áreas de sua vida familiar. Sem contar que sua namorada está distante de uma maneira que o confunde bastante.

Naturalmente, sendo um livro de Harlan Coben, há reviravoltas até o final, e muito poucas das conclusões são aparentes até que sejam reveladas. Em suma, um livro muito gratificante - que eu provavelmente não esquecerei tão cedo. Recomendadíssimo.


0 comentários:

Postar um comentário

 
© Copyright 2015. Template by LuMartinho.