17 maio 2017

13

Pra ler no busão: A promessa

Título: A promessa
Autor: Harlan Coben
Páginas: 352
Ano2017
Edição lida: 1ª edição
Editora
Arqueiro
Sinopse: "Depois de ouvir duas adolescentes trocando confidências no porão de sua casa, Myron faz com que as garotas prometam ligar para ele se um dia estiverem em alguma encrenca e não tiverem coragem de recorrer aos pais em busca de ajuda. Ele garante que irá em seu socorro sem questionamentos, qualquer que seja a situação.
Alguns dias depois, às duas da manhã, seu telefone toca. É Aimee Biel, uma das garotas a quem oferecera apoio incondicional. Abalada e nervosa, ela pede que Myron a deixe em frente a uma casa numa rua deserta, o suposto endereço de uma amiga. Apesar de sentir que alguma coisa está errada, Myron honra sua palavra e não faz perguntas.
Mas ele se arrependerá profundamente dessa decisão, porque talvez essa seja a última vez que Aimee será vista por alguém. Atormentado pela culpa – ao mesmo tempo que se torna o principal suspeito pelo misterioso desaparecimento –, Myron decide investigar o caso por conta própria."


Olá, pessoal! Finalmente cheguei ao oitavo livro das histórias do agente esportivo/detetive particular Myron Bolitar. Como sempre, é uma leitura deliciosa e rápida, mas que deixa a desejar com um final que não me desceu. Este é um livro típico de Coben que você vai chegar ao final sem nem notar que a história é maior que os outros livros dele - muito provavelmente por causa dos capítulos curtos, que nos ajudam a não ficar entediados.

O estilo de escrita de Coben continua o mesmo, direto, sem floreios, os personagens conhecidos e amados estão todos lá também: Esperanza, ex-atleta de luta livre e sócia de Myron, e Win, multimilionário psicopata e amigo para todas as horas, nos trazem de volta à Nova Iorque de Coben. Claro que temos também alguns personagens que são apresentados na trama e, sobre eles, preciso dizer: alguns nos surpreendem no final enquanto outros são tão óbvios que você adivinha suas motivações e passado no meio do livro.

O enredo é intrigante no momento, mas confesso que só a ideia geral fica na memória, pois o caminho para desvelar o mistério acaba sendo tortuoso demais. Enquanto você lê, você aproveita bastante, mas é algo que acaba ficando de lado depois que você termina a leitura. A história realmente se inicia quando Myron ouve a estudante de ensino médio Erin Wilder, que é filha da namorada atual do nosso protagonista, compartilhando confidências com sua amiga Aimee Biel sobre como pegar carona com amigos bêbados. Myron promete a ambas que se elas precisarem de carona ou de alguém, elas poderiam ligar para ele que ele iria buscá-las, sem perguntas. Pouco tempo depois ele teria que pagar essa promessa, pois Aimee liga para Myron do centro de Manhattan, onde ele, coincidentemente, está hospedado. Ela pede para ele levá-la para o subúrbio de Nova Jersey. Myron a leva a tal local e Aimee desaparece em uma casa estranha. No dia seguinte, ela ainda está desaparecida e a polícia acaba apontando Myron como principal suspeito. Ainda, todos conectam o sumiço de Aimee com o de sua colega, Katie Rochester.

Bem, o final foi algo que me incomodou um pouco. Coben teve que amarrar as pontas das três histórias que ele criou e fez isso em pouco tempo, causando uma sensação de pressa que não aprofundou muito as emoções deixadas pela conclusão. O mais interessante de todos os plot twists não teve nem tempo pra ser digerido antes de sermos lançados para o epílogo. 

Eu recomendo, mas não passará de 3 xíclas.


13 comentários:

  1. Nossa esse livro deve ser bem interessante, a história deve ser bem envolvente.

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Li e não gostei, pra mim foi uma das piores obras do Harlan, e olha que dificilmente curto algo dele, sempre fico com um pé atrás, mas dessa vez ele errou a mão feio.

    ResponderExcluir
  3. Oi Felipe, tudo bem?

    Não li nada do Coben, mas tenho muita vontade, pois muitas pessoas elogiam. O livro parece ter uma pegada que me agrada, mas esse final corrido para dar um desfecho as três histórias iria me incomodar, pois sou muita chata com isso! No entanto, fiquei curiosa!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi Felipe, tudo bem??
    Ainda não li nada do autor, mas confesso que sempre que leio uma resenha de alguns de seus livros, volta aquela vontade. É uma pena que neste, ficou um pouco frustrado com as partes finais. Eu detesto quanto o autor corre deixando a gente meio no vácuo.. ainda mais quando se trata de um autor que acompanhamos certo tempo... Xero!

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem:

    Confesso que ainda não li nenhum livro do autor, ganhei no meu aniversário de 2015 uma obra dele de presente de uma amiga, mas ainda não rolou a leitura, tenho muita curiosidade em relação a escrita dele, pelo fato dele ser tão aclamado. Bem, é uma pena que ele tenha feito um final muito corrido, isso realmente incomoda em determinados tipos de história.

    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
  6. Olá Felipe,
    Acho que é a primeira resenha que leio de um livro do Coben que não é 100% positiva e gostei muito disso, pois você foi bem crítico. Senti que o autor de perdeu um pouco nesse livro, que quis dar muito e fez com que o leitor ficasse com pouco.
    Vou passar a dica desse título por enquanto.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olaaa
    Tenho dois livros do autor porém ainda não li, vejo muitos comentários positivos sobre o trabalho dele, e gostei da sua sinceridade
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá tudo bem?
    Sou uma grande admiradora do Coben e especialmente dos livros que envolvem o Myron Bolitar. Esse ainda está na minha lista, mas antes de lê-lo, queria ler os anteriores para poder acompanhar a série legal, porque tenho essa mania de ler fora da ordem kkk gostei muito da resenha, ficou completinha.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  9. Olá! ainda não li nada do Coben, mas tenho um livro dele aqui. A sinopse desse livro é bem interesse, parece ter uma boa dose de suspense para prender o leitor. Mesmo com as suas ressalvas, fiquei curiosa para conhecer a história! Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Infelizmente já tive uma decepção com o Coben, apesar da grande maioria dos livros dele serem bons, esse que eu li me deu uma desanimada. Vejo que este também não te agradou tanto, então já sei que passarei a leitura!

    ResponderExcluir
  11. Olá
    Sou fã de carteirinha do Harlan, os livros dele geralmente tem umas reviravoltas interessantes, assim como os temas abordados.
    Já quero ler este na integra.
    Beijuh

    ResponderExcluir
  12. Sou muito fã da dupla Myron Bolitar e Windsor Horne Lockwood III, kkk sempre rio bastante lendo as histórias desses dois. Além de q, Harlan Coben é um excelente autor, ainda não li esse, mas lerei com certeza. dica anotadíssima

    ResponderExcluir
  13. Oi Felipe, tudo bem?
    É uma pena mesmo que ele tenha corrido no final, pois tudo indicava que seria uma ótima leitura. O problema é que às vezes os autores são pressionados para entregarem novas obras, e o Harlan é um que tem vários livros, está sempre lançando. Eu fiquei indignada por ele ter sido acusado e estou bem curiosa para descobrir o que está acontecendo com as meninas que estão desaparecendo.Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir

 
© Copyright 2015. Template by LuMartinho.